May 10, 2024 to June 20, 2024 - 10:00

"Caminho da água e da pedra" - exposição de pintura do artista Roland Pangrati

Instituto Cultural Romeno, Lisboa - Lisboa
Rua do Barao 10Instituto Cultural Romeno, Lisboa Phone: 351 213 537
Site Click to e-mail

Information

O Instituto Cultural Romeno em Lisboa, em colaboração com as Embaixadas da Roménia e do Japão na República Portuguesa, apresenta, entre 10 de maio e 20 de junho de 2024, a exposição de pintura "Caminho da água e da pedra", especialmente concebida e realizada pelo artista romeno Roland Pangrati para a galeria do ICR em Lisboa (Alfama, Rua do Barão 10).

Com curadoria de Cristina Simion, a exposição "Caminho da água e da pedra" integra um conjunto de obras realizadas com a técnica de pintura japonesa Nihonga, inspiradas em algumas das mais representativas paisagens rochosas de Portugal. A exposição, organizada no contexto da celebração dos 50 anos da Revolução dos Cravos e dos 35 anos da queda da Cortina de Ferro, é dedicada à promoção das relações inter-humanas e dos valores culturais romeno-portuguesas através da adaptação contemporânea de meios artísticos tradicionais japoneses. 

"Caminho da água e da pedra" é um ciclo criativo em que o artista romeno utiliza os seus temas preferidos, rochas - elemento estático, e água - elemento dinâmico, numa série de trabalhos realizados na técnica japonesa Nihonga, inspirados nas paisagens da costa atlântica portuguesa, que Roland Pangrati transforma em composições conceituais, quase abstratas. O artista junta fragmentos da realidade - por vezes reconhecíveis, com perspetivas imaginárias elaboradas, poéticas e místicas, apresentando a coexistência das rochas e da água do oceano em momentos de acalmia harmónica.

O poder das imagens é bastante amplificado graças à colaboração entre Roland Pangrati e o compositor, maestro e designer de som Eugen Dan Dr?goi. Criando um conceito único no mundo, o compositor imagina uma polifonia da arquitetura do espaço expositivo, enriquecendo o aspeto visual com movimento temporal. Dessa forma, o espectador tem a oportunidade de viver plenamente a experiência do mundo imaginativo, complementando-a com a sua própria experiência espiritual.

Entre 2023 e 2024, Pangrati visita Portugal e documenta fotográfica e cinematograficamente a série de obras, impressionado com as paisagens da Praia dos Três Irmãos, São Gonçalo de Lagos, Colares, Ericeira, Almancil, Praia do Senhor da Pedra, Praia de Valadares, Praia do Beliche, Sagres, São João das Lampas, Cabo da Roca. A transgressão da espetacular costa portuguesa em obras que descrevem um mundo interior de assombrosa riqueza é influenciada tanto pelo filósofo japonês Yasunari Kawabata, quanto pelos poemas de Fernando Pessoa, que acompanharam e inspiraram Pangrati numa viagem quase iniciática.

 As composições do artista apresentam, numa paleta cromática muito limitada, a tumultuosa convivência da água e das rochas, o caminho da pedra e da água que acompanha toda a história portuguesa, uma parábola da paciência, da transformação, da evolução, da indescritível sensação da saudade, o mais belo correspondente da palavra romena dor. Percorrendo Portugal de norte a sul, ao longo da costa "no limite do continente", Pangrati redefine o seu universo artístico e consegue transformar elementos naturais específicos em símbolos universais.

 A curadora da exposição é a Doutora Cristina Simion, que também assinou, em 2022, a curadoria da série de exposições "The Moon Glows the Same" do mesmo autor.

Após vários estágios na universidade de Tóquio, no Japão, para aprender as técnicas tradicionais da pintura japonesa Nihonga, Roland Pangrati desenvolveu um estilo próprio, na fronteira entre o figurativo e o abstrato, que lhe trouxe reconhecimento no espaço europeu, mas também no Japão e na Coreia do Sul. Desde 2020, vários trabalhos da série "Rocks" foram apresentados pela Galerie Floraison Tokyo e Galerie 10 em Saint Moritz, em exposições individuais e coletivas. Os seus trabalhos foram selecionados tanto na Feira de Arte de Seongnam, na Coreia do Sul, quanto na Bienal Internacional de Artes Visuais de Bra?ov - a Bienal Azul. Em 2022, a exposição "The Moon Glows the Same" foi apresentada na Roménia, em cinco espaços expositivos de prestígio: Museu de Arte do Complexo Museológico Nacional da Moldávia/ Palácio da Cultura de Ia?i, Museu Nacional da Bucovina - Secção de Arte, Suceava, Centro Multicultural da Universidade Transilvânia de Bra?ov (onde a exposição também foi apresentada na Noite Branca dos Museus e das Galerias), Museu Nacional do Camponês Romeno e Pavilhão do Japão na Feira Internacional do Livro Bookfest 2022.

A exposição "Caminho da água e da pedra" poderá ser visitada no Instituto Cultural Romeno em Lisboa, de segunda a quinta-feira, entre as 10h00 e as 14h00, e, à sexta-feira, entre as 10h00 e as 12h00. 

To read

Posted by 01/05/2024 instituto-cultural-romeno-em-lisboa
Instituto Cultural Romeno,…
May 10, 2024 to June 20,…

CityOnline

Escolha o Idioma