Jardim da Água regressa no sábado

Porto
R. do Barão de Nova Sintra

Information

Após mais de um ano de paragem devido à pandemia, o Mercado da Alegria continua a ser a figura central do evento, que conta ainda com o historiador Joel Cleto como cicerone de mais uma visita guiada pelo Parque.

O evento, promovido pela Águas e Energia do Porto, decorre das 10 às 17 horas, e acolhe o Mercado da Alegria, com 18 participantes a vender os mais variados produtos artesanais e a promover vários workshops de demonstração. Já a visita guiada, com Joel Cleto, inicia às 15 horas e terá um limite máximo de 75 participantes, devido às regras de saúde e segurança, pelo que é obrigatória marcação prévia através do seguinte formulário.

O Jardim da Água surgiu pela primeira vez no final de 2019 como iniciativa de caráter mensal, mas, por força da pandemia, teve de ser interrompido. Agora com uma programação ativa e regular, pretende aproximar a população do Parque das Águas, um pulmão verde situado no interior da Quinta de Nova Sintra, em plena zona oriental da cidade.

O evento tem entrada gratuita e será possível estacionar no Parque de Estacionamento de Clientes da Águas do Porto, durante o horário da iniciativa. No entanto, ressalve-se que a estação de metro do Heroísmo e a estação de metro de Campanhã ficam a uma curta distância, e são uma forma mais amiga do ambiente de chegar ao Parque das Águas.

PROGRAMA

10 às 17 horas

Mercado da Alegria

Mercado de produtos tradicionais e artesanato

11,30 às 12,30 horas

Wokshop de cerâmica - Pintura de azulejos com Pedro Riobom

Limitado a grupos de 5 pessoas mediante inscrição prévia

15 às 16 horas

Pintura de animais em moldes de madeira com Filipa Bessa

Limitado a grupos de 4 crianças de cada vez (Dos 4 aos 12 anos)

15 horas

Visita guiada por Joel Cleto

Limitado a 75 pessoas mediante inscrição prévia

A escultura de Julião Sarmento “Self-portrait as a fountain”, inaugurada em 2017, será uma das fontes em destaque na visita aos jardins do Parque das Águas (Rua do Barão Nova Sintra). Uma homenagem da Águas e Energias do Porto ao artista, que deste modo evoca a memória e a obra do escultor, desaparecido no início de maio.

A visita, guiada pelo historiador Joel Cleto, evocará, ainda, o bicentenário da Revolução Liberal de 24 de Agosto de 1820, que abriu caminho a profundas alterações nas políticas e práticas sanitárias na cidade do Porto, de que muitas das fontes expostas no Parque foram testemunhas privilegiadas.

Dadas as limitações impostas pelas autoridades de saúde, a inscrição em todas as atividades é obrigatória, exceto para o Mercado da Alegria, através do formulário.

Para que todas as regras de segurança sejam cumpridas o seu cumprimento escrupuloso é essencial, o que implica a utilização de máscara cirúrgica, a manutenção da distância social e a higienização das mãos.

To read

Published 08/06/2021

Map

CityOnline

Escolha o Idioma