Programa renda acessível disponibiliza 118 habitações no Centro de Lisboa

Lisboa
Lisboa

Information

O programa, na sua 5ª edição, destina-se a permitir o acesso à habitação a jovens e famílias de classe média. As candidaturas estão abertas até 5 de maio.

As rendas que cada família irá suportar, serão no máximo 30% do rendimento líquido do agregado, adiantou Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, durante uma visita aos edifícios agora a concurso.

Uma “edição especial”, considerou o autarca, que disponibiliza os primeiros 118 fogos, de um total de 252, nos edifícios adquiridos pela Câmara de Lisboa à Segurança Social, no Saldanha, Avenida da República e Entrecampos.

A iniciativa, afirmou, resulta de uma “opção política”, de transformar antigos edifícios do estado, que não estavam, e não seriam mais utilizados, reconvertê-los em edifícios de habitação, e “disponibilizá-los aos trabalhadores da classe média e jovens da cidade de Lisboa.”

O preço médio da renda das primeiras 273 casas entregues no Programa Renda Acessível (PRA) é de 340 euros. As regras de candidatura e valores cobrados são os mesmos para este concurso, como para todos os outros do PRA.

Consulte mais informação sobre o 5º concurso do Programa Renda Acessível

To read

Published 08/04/2021

Map

CityOnline

Escolha o Idioma