Serralves passa a integrar 100 desenhos e 7000 fotografias de Álvaro Siza

Penafiel
R. Dom João de Castro, 210
Web

Información

São uma centena de desenhos e sete mil fotografias do acervo do arquiteto Álvaro Siza que foram doados à Fundação de Serralves.

Os protocolos que consubstanciam a doação foram hoje assinados na Casa de Serralves pela presidente daquela fundação, Ana Pinho, e pelos arquitetos Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira, que coassinou com Siza vários projetos na Ásia, numa cerimónia na qual também participaram o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira e o vice-presidente, Filipe Araújo.

A coleção de sete mil fotografias regista a evolução da obra de Siza e documentam projetos e construções. Integram também esta doação o depósito de 50 novas maquetes de projetos de obras construídas na Ásia, assinadas em parceria por Álvaro Siza e Carlos Castanheira, de 128 esquissos originais de projetos asiáticos e o depósito de mais de 90 objetos também com valor documental.

Foi também assinado entre as partes um acordo que prevê o alargamento do prazo de depósito, que passou dos cinco anos inicialmente previstos para 25 anos, do arquivo constituído pelos projetos assinados conjuntamente pelos dois arquitetos, que já se encontrava depositado em Serralves desde janeiro de 2020.

A cerimónia decorreu na renovada Casa de Serralves, cujo projeto de recuperação e adaptação dotou-a de melhores condições para acolher visitantes e em particular pessoas com mobilidade reduzida.

Assegurando a total integridade deste icónico edifício, o projeto envolveu a recuperação e renovação de estruturas e revestimentos que permitem alcançar o ambiente museológico necessário para acolher importantes exposições, como as da Coleção Miró, propriedade do Estado Português, à guarda do Município do Porto e em depósito em Serralves.

Leer también

publicado 30/07/2021

Mapa

Ciudad Online

Escolha o Idioma