Artigo já terminou no dia 11/02/2021
09/02/2021 a 11/02/2021

Triologia das Barcas

Lisboa, Teatro São Carlos - Lisboa
Largo de São CarlosLisboa, Teatro São Carlos
Clique para ver Bilhetes

Información

À BARCA, QUE TEMOS GENTIL MARÉ!

Trilogia das Barcas de Joly Braga Santos, que tem como base literária os Autos das Barcas (Inferno, Purgatório e Glória) de Gil Vicente, continua a ser a mais representada ópera de um compositor português do século XX. Teve a sua estreia em 1970 no decorrer do XIV Festival Gulbenkian de Música.

Apresenta-se-nos aqui uma alucinada procissão que procura ilustrar todos os vícios, erros ou virtudes humanos. Assim, do Papa ao Sapateiro, vemos desfilar Brízida Vaz (Alcoviteira), o Bispo, o Fidalgo, o Onzeneiro, o Cardeal, o Rei, a Criança, o Parvo, o Imperador, o Procurador, etc. Após a morte, todos vêm prestar contas ao Diabo e ao Anjo, esperando a decisão destes sobre o destino da sua viagem. A Morte tem também poderosa intervenção.

A Trilogia das Barcas foi estreada em São Carlos em 1979 sob a direção do compositor. A frente musical da presente produção será defendida por Joana Carneiro.

Direção Musical - Joana Carneiro

Encenação - Luca Aprea

Cenografia - Fernando Ribeiro


Anjo - Carla Caramujo

Diabo - Luís Rodrigues

Companheiro do Diabo - Mário Redondo

Florença / Marta Gil - Maria Luísa de Freitas

Brizida Vaz / Morte - Cátia Moreso

Fidalgo / Conde - Marco Alves dos Santos

Frade / Taful / Cardeal - João Terleira

Parvo / Bispo - João Pedro Cabral

Onzeneiro / Rei - João Merino

Sapateiro / Imperador - Ricardo Panela

Corregedor / Arcebispo - Diogo Oliveira

Enforcado / Duque - Tiago Matos

Procurador / Lavrador / Papa - André Henriques


Coro do Teatro Nacional de São Carlos

Orquestra Sinfónica Portuguesa

Clique para ver Bilhetes

Leer también

publicado 31/12/2020

Mapa

Lisboa, Teatro São Carlos
09/02/2021 a 11/02/2021

Ciudad Online

Escolha o Idioma