Cartas ao Pai Natal já começaram a chegar aos CTT

Informação

Os CTT já começaram a receber as cartas escritas por muitas crianças do nosso país, dirigidas ao Pai Natal dos CTT e que chegam à Empresa de forma espontânea. Estas cartas são as únicas que são aceites sem selo pelos CTT.

O Pai Natal dos CTT nasceu graças à espontaneidade de crianças que escreviam cartas ao Pai Natal. Foi a partir de 1985 que os CTT começaram a ajudar o Pai Natal, respondendo a todas elas e enviando também uma pequena lembrança. Para o efeito, os CTT mobilizam sempre uma equipa especial que se dedica a tempo inteiro para garantir que todas as crianças (e alguns graúdos) recebem uma resposta, ajudando todos a manter o sonho do Natal bem vivo.

Em ano de pandemia os CTT consideram ser ainda mais importante manter a tradição e ajudar a promover o espírito do Natal. A estas cartas de respostas os CTT juntarão um pequeno presente simbólico, que não pode saber-se qual é para não estragar a surpresa.

Espera-se que este ano o Pai Natal dos CTT receba cerca de 160 mil cartas. As cartas são destinadas a locais mais comuns como o “Pólo Norte” e a “Lapónia”, mas também a locais mais imaginários como “A Terra do Frio” ou “O Caminho das Estrelas”. 

Para muitas crianças escrever ao Pai Natal dos CTT é a primeira experiência na escrita de uma carta, permitindo conhecer um meio tradicional de comunicação numa era digital.

Todas as cartas serão respondidas, mas é importante que tenham uma morada para que o Pai Natal dos CTT saiba para onde enviar a resposta.

Leia Também

publicado 27/11/2020

Cidade Online

Escolha o Idioma