O Museu de Arte Contemporânea foi instalado no Convento de São Francisco da Cidade desde 1911, expondo actualmente criações das escolas romântica, realista e naturalista do século XIX, bem como do surrealismo, do abstracto e do figurativo do século XX.

A colecção inclui obras de pintura, desenho, gravura e escultura nacionais e estrangeiras, trabalhos de cerâmica e de tapeçaria, móveis e objectos de uso pessoal.

O museu encontra-se dividido em salas, organizadas por secções: pintura portuguesa da primeira metade do século XX, sala Columbano, pintura da segunda metade do século XIX e arte moderna portuguesa, além da sala para exposições temporárias.

O programa de exposições temporárias, articula-se em três grandes linhas: incide sobre núcleos de obras, artistas e movimentos representados na colecção e traz a Portugal exposições internacionais que se cruzam com as colecções do museu.

Um espaço fascinante.