Ilha do Corvo

A bonita ilha do Corvo, a mais pequena ilha do Arquipélago dos Açores, foi descoberta em 1452 simultâneamente com a ilha das Flores. Mas o seu povoamento só se concretizou em 1548, após várias tentativas falhadas.
Inicialmente designada por Insula Corvi Marini, foi ainda conhecida por ilha de Marco. Em 1832 D. Pedro IV eleva a Vila do Corvo, única povoação da ilha, a sede do concelho e em 1924 o Corvo recebe a visita de Raúl Brandão que publica a obra prima de literatura portuguesa "As Ilhas Desconhecidas", ajudando a um maior conhecimento da ilha que viu também o seu progresso ser reforçado com a construção do seu aeródromo e a beneficiação do seu porto.
Destaque para o Caldeirão, situado no Monte Gordo, uma enorme cratera que deu origem à ilha, coberto de duas lagoas onde emergem pequenas ilhotas, que a imaginação da população associa estas ilhotas ao Arquipélago dos Açores. As habitações e as ruelas da Vila do Corvo, merecem também a sua atenção.

Reservas com as melhores tarifas

Concelhos

1 concelhos a visitar e centenas de spots a não perder

Sugestões para o Lazer