6.6

Amares é uma bonita vila do Norte do País, sede de concelho, integrada numa zona montanhosa, num bonito vale formado pelos rios Cávado e Homem, de feição maioritariamente rural, famosa pela produção de laranjas e do muito conceituado Vinho Verde.

Os vestígios de ocupação humana da região de Amares são remotos, destacando-se os vestígios de ocupação Romana de uma via que ligava Braga a Astorga, e também os antigos Castros de Lago e de Amares.

Em Amares nasceu Dom Gualdim Pais, Grão-Mestre da Ordem dos Templários, fundador das cidades de Tomar e Pombal.
De facto, o desenvolvimento de Amares foi muito influenciado pelas Ordens Religiosas que se instalaram na região, como a Ordem Beniditina no Mosteiro de Rendufe, no século XI, e a Ordem de Cister que instituiu o Mosteiro de Santa Maria do Bouro no século XII.

Amares apresenta um arquitectura rural simples, típica desta região nortenha, onde casas rurais convivem com casas apalaçadas e solares dos grandes senhores agrícolas, como a Casa da Tapada, entre muitas outras, dispersas entre as muitas pitorescas aldeias rurais do concelho, que merecem uma visita.

Vale a pena conhecer os três importantes mosteiros da região: Santo André de Rendufe (século XI), Nossa Senhora da Abadia(século XVIII) e o de Santa Maria do Bouro que alberga hoje uma admirável Pousada.

As vizinhas Termas de Caldelas são famosas pelas características medicinais das suas águas, sendo exploradas já desde os tempos de ocupação Romana. As suas águas estão indicadas para combater problemas do aparelhos digestivo, circulatório, respiratório, doenças de nutrição, reumatismo, sistema nervoso e dermatoses.

Toda a região reúne as melhores condições para os amantes da natureza que aqui a encontram quase em estado puro, possuindo a região também aprazíveis praias fluviais, perfeitas para a prática das mais variadas actividades de lazer e turismo.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!