9.4

A 18 de Março de 1500, a Batalha foi elevada a Vila pelo Rei D. Manuel I. Doze anos mais tarde foi criada a Paróquia (ou Freguesia) da Exaltação de Santa Cruz.

Inicialmente o Concelho era menor, pois não abrangia as actuais freguesias de Reguengo do Fetal e de São Mamede. Com esta decisão administrativa, a Batalha, que até ali pertencera ao Concelho de Leiria, conquistou autonomia, interrompida por curtos períodos no século XIX.

A Vila da Batalha manteve um ordenamento típico do século XVIII até aos anos 60. Com a construção do IC2 (antiga Estrada Nacional n.º1) que estabeleceu a ligação Lisboa – Porto, surgiu a necessidade de demolir casas na Vila, permitindo o seu reordenamento.

Já no Séc. XIX tinham sido destruídos o pelourinho e, no séc. XX, o primeiro templo construído na Batalha - a Igreja de Santa Maria-a-Velha - erigida para servir os primeiros frades que se deslocaram para a Vila, enquanto se desenrolava a construção do Mosteiro de Santa Maria da Vitória e local de sepultura dos mestres do monumento e de outros habitantes da povoação relacionados com o Mosteiro.

A Batalha foi palco de grandes momentos históricos, desde a presença romana até às lutas decisivas pela independência, deixando um incontornável património cultural.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!