8.3

A povoação de Cano situa-se na margem esquerda da Ribeira do Alcórrego e dista de Sousel cerca de oito quilómetros. A estrutura urbana de Cano é, ainda hoje, determinada pelo núcleo setecentista onde estavam representados os poderes mais significativos e simbólicos da sociedade de então.

Cano é a mais antiga povoação do Concelho de Sousel. No Sítio da Represa foram encontrados vestígios de um antigo povoado, tais como alicerces, blocos de granito facetado e o resto de uma antiga barragem, vulgarmente denominada Ponte de Mouros.

O Concelho de Cano foi extinto a 23 de Dezembro de 1826, passando a integrar o vizinho Concelho de Sousel desde essa data. Tinha, na altura, 236 fogos e 871 habitantes, e compunha-se das freguesias de Cano e de Casa Branca.

Nos anos 30 do século XX, a população da freguesia de Cano ocupava-se da faina agrícola e pecuária. A freguesia produzia e exportava, em abundância, cereais, legumes, cortiça, carvão e gado suíno de engorda.

No entanto, a sua maior riqueza eram os extensos olivais que lhe permitiam a exportação de azeite, havendo na altura dez lagares apropriados para o fabrico do mesmo.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!