8.0

Situada na Beira Baixa, a cidade de Castelo Branco é sede de distrito e de um dos maiores concelhos do País, no centro de uma vasta região planáltica, entre as bacias dos rios Pônsul e Ocresa.
Castelo Branco deve o seu nome à existência de um castro luso-romano, Castra Leuca, no cimo da Colina da Cardosa, de onde se desenrolou o povoamento desta localidade, então apelidada Albi Castrum.
A cidade foi conquistada aos Mouros no século XII , e posteriormente alguns domínios foram ofertados à Ordem do Templo, encarregando-os do seu povoamento e defesa, para o que construíram o Castelo da localidade.
Castelo Branco foi-se desenvolvendo ao longo dos séculos, ganhando cada vez mais importância e estatuto de nobre cidade.
Hoje em dia mantém muita da sua actividade rural, embora a actividade industrial, sobretudo na área dos têxteis, esteja bem presente e desenvolvida, permitindo um crescimento da região, em termos económicos, físicos e de infra-estruturas.
Cidade histórica Beirã, Castelo Branco possui velhos solares fidalgos, ricas igrejas, amplas ruas e belos jardins. De destaque é, indubitavelmente, o antigo Paço Episcopal do bispo da Guarda, construído em 1596, e o seu famoso Jardim barroco construído em diversos planos, com lagos, cascatas, repuxos e estatuárias únicas, com as curiosas estátuas dos reis Espanhóis aquando os seus 60 anos de domínio em território luso, mais desproporcionadas que as restantes. No Paço situa-se o Museu Francisco Tavares Proença Júnior, rico em peças arqueológicas, nas típicas tapeçarias albicastrenses, numismática e pintura quinhentista Portuguesa.
Um dos produtos típicos da região são as colchas de linho bordadas com fio de seda natural, conhecidas como bordado de Castelo Branco, de inspiração oriental, que se tornaram conhecidas a partir de meados do século XVI e constituem um património regional ímpar.
Igualmente importante é a tradição Gastronómica desta região da Beira Baixa, desde sempre apreciada pela sua riqueza e diversidade, relacionada com a história e com os costumes de um povo outrora limitado pela sua localização geográfica e pelos recursos agrícolas obtidos da própria terra, destacando-se as Empadas de Castelo Branco, a Sopa de Matação ou o Cabrito Assado; os diversos tipos de enchidos; de doçaria as Papas de Carolo, o Arroz Doce ou as Tijeladas; os famosos queijos de Castelo Branco e o Requeijão e os vinhos da região de Cova da Beira.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!