8.5

A construção do Castelo de Belmonte é atribuída a D. Sancho I, por volta do século XIII, vindo a ser melhorado no reinado de D. Dinis, nomeadamente com a edificação de uma nova Torre de Menagem, mas as escavações arqueológicas feitas no seu interior, comprovam a ocupação romana desta zona.

 

Esta fortaleza esteve envolvida nas guerras da sucessão, depois da morte de D. Fernando, em 1383, mas a sua função militar chega praticamente ao fim, no reinado de D. Afonso V, que entrega o castelo a Fernão Cabral, pai do navegador Pedro Álvares Cabral, cuja família ao longo dos anos o transformou em residência.

 

Ainda durante a Guerra da Restauração o castelo terá sido melhorado em termos de defesa, mas em fins do século XVII, o interior do castelo foi danificado por um incêndio, na zona residencial, que levou ao seu abandono.

 

Um dos edifícios do castelo chegou a fincionar como prisão já no século XX, está classificado como Monumento Nacional e actualmente é utilizado para fins culturais, tendo, o IPPAR, em curso obras de beneficiação e a instalação de uma área museológica.

 

O castelo construído em pedra granítica, tem a fachada principal, orientada para o sul, com uma porta encimado pelas armas dos Cabral, cuja memória está também presente nas ruínas do antigo Paço onde residiram e onde se destaca uma janela de estilo Manuelino.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!