9.6

Sobranceiro à antiga vila de Ouguela, hoje parte da freguesia de São João Baptista, no bonito concelho de Campo Maior, o Castelo de Ouguela tem origens remotas.
Pensa-se que a estrutura terá origens num povoado proto-histórico, posteriormente ocupado por Romanos, Visigodos e Mouros. De facto, crê-se que Ouguela seria designada por “Budua” por alturas de domínio Romano do território e por “Niguela” por alturas da ocupação Visigótica.

A povoação terá passado para o domínio Português por alturas da assinatura do Tratado de Alcanices, em 1297, que estabeleceu as fronteiras Portuguesas.

No reinado de D. Dinis (1279-1325) a estrutura primária terá sido reedificada, tendo tido novas ampliações já nos reinados de D. Fernando (1367-1383) e de D. João I (1385-1433).

Já no século XVI o monumento recebe uma influência tardo-medieval pela mão de Duarte d’Armas, defendida a fortaleza por sete torres, estrutura alterada após 1640 com a Restauração da Independência Portuguesa e o consequente reforço defensivo, num projecto assinado por Nicolau de Langres. Esta nova reforma inclui a construção de vários baluartes e revelins, um fosso, caminhos de ronda, aquartelamentos e uma grande cisterna.

No século XX têm lugar várias campanhas de melhoramento e conservação do Castelo de Ouguela.

O Castelo de Ouguela apresenta uma planta hexagonal irregular, defendido por muralhas de xisto e granito.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!