5.4

O castelo de Vila Nova de Cerveira não tem uma data confirmada para a sua construção, todavia há referências à sua existência, em 1230, no Reinado de D. Sancho II, tendo sido alvo de melhoramentos das defesas, no reinado de D. Dinis.

 

Durante a crise iniciada em 1383, com a morte do rei D. Fernando, sem herdeiros masculinos, sua filha D. Beatriz, casada com o rei de Castela, reclamou o trono português, mas isso significava a perda da independência.

 

As outras possibilidades eram o filho do Rei Pedro I e Inês de Castro, a viver em Castela, ou João, Grão-Mestre de Aviz, filho de D. Pedro I e da aia de Inês de Castro, Teresa Lourenço, optou-se pelo segundo, mas originou uma guerra com Castela.

 

Vila Nova de Cerveira, à semelhança de outras praças desta região colocou-se ao lado de D. Beatriz, mas em 1385, Nuno Álvares Pereira, submeteu este castelo ao rei D. João I.

 

Em 1476, D. Leonel de Lima, torna-se o primeiro visconde de Vila Nova de Cerveira, título concedido por D. Afonso V.

 

Durante a Guerra da Restauração da independência portuguesa, em 1643, o castelo resistiu ao ataque das tropas espanholas, e nesta época o visconde de Vila Nova de Cerveira, implementou significativas melhorias nas defesas, com a adaptação para o uso de artilharia.

 

No século XIX, o crescimento urbanístico sacrificou uma boa parte da fortificação e já no século XX, o castelo foi classificado como Monumento Nacional, após o que se recuperou o centro histórico da vila, e no castelo foi instalada uma pousada, a Pousada de D. Dinis.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!