Catedral da Guarda

Guarda

Catedral da Guarda

Praça Luís de Camões - Centro Histórico de Guarda(Guarda) Telef: +351 271 211 231

Descrição

A Sé Catedral da Guarda é um dos mais belos monumentos do seu género, existentes em Portugal.
A construção da actual Sé da Guarda remonta aos finais do século XIV, já no reinado de João I de Portugal — D. Fernando teria falhado na promessa de erguer novo templo —, por iniciativa do bispo Vasco de Lamego, partidário da casa de Avis durante a crise dinástica. As obras arrastaram-se lentamente e só no reinado de D. João III seriam concluídas, já em pleno século XVI, apresentando, por isso, elementos do estilo ogival, gótico e joanino, com pormenores de estilo manuelino.
A história da catedral teve um período importante na sua conservação, na viragem para o século XIX: em 1898 coube ao arquitecto Rosendo Carvalheira o restauro do edifício, executando aqui um dos mais importantes projectos de restauro revivalista, pelo que é notável o estado de conservação da catedral.
São vários os elementos de interesse e sem paralelo no nosso país que a Sé da Guarda possui. Na fachada principal, por exemplo, o portal manuelino encontra-se ladeado por duas torres octogonais maciças e em forma de quilha na parte inferior. No interior, de três naves, transepto saliente e cabeceira tripartida, existe um desnível de terreno do portal principal para a capela-mor, o que obrigou a que o espaço dos tramos das naves não seja idêntico e regular, facto que atesta a qualidade do projecto arquitectónico seguido. Na capela-mor conserva-se o imponente retábulo escultórico maneirista, talvez da autoria de João de Ruão, e que corresponde a uma hierarquia do espaço celeste.
Durante as invasões francesas, a catedral da Guarda sofreu muitas danificações no seu recheio e na sua arte, especialmente nas talhas e ornamentações interiores, no coro e no órgão. É, no entanto, um dos mais belos monumentos do País e o "ex-libris" da Guarda.

Horários: 

Verao: 10:00-13:00 e 14:00-17:30

Inverno: 09:30-13:00 e 14:00-17:00

Preços em 2017:

1 euros apenas para o interior (igreja) e 2 euros para visitar a igreja e subir aos terraços.


Encerramento: segundas-feiras e terças-feiras e 3º fim-de-semana do mês.



Comentários

Reservas com as melhores tarifas
Tags Relacionadas
CatedraisIgrejaIgrejasMonumentoMonumentos