Cerca Moura - Muralhas de Lisboa

5.9

Encontram-se hoje em dia alguns vestígios da muralha mais antiga de Lisboa que se tem conhecimento, conhecida por Cerca Moura. Este sistema defensivo terá sido construído pelos Mouros aquando a sua ocupação do território, provavelmente entre inícios do século X até 1147, ano em que as forças de D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, tomaram a cidade aos Mouros.
A Cerca Moura incluía no seu interior a importante Alcáçova e a Medina Mouriscas, e foi construída num período de florescimento urbano e comercial da cidade, que tinha entrado em declínio com a instabilidade das anteriores ocupações bárbaras, até à conquista do território pelos Muçulmanos em 719. Algumas teorias apontam inclusivamente para uma construção ainda do período de ocupação Romana que terá sido aproveitada pelos Mouros. 

Actualmente encontram-se visíveis alguns troços desta vasta muralha e também de algumas torres, que se estenderia a partir da linha meridional do Castelo de São Jorge até perto da actual Igreja de Santo António da Sé, descendo em linha recta até ao Rio Tejo.
Muito da muralha foi adaptada posteriormente em habitações, na posterior cerca fernandina, ruiu ou foi mesmo destruído, restando hoje em dia trechos como este, de grande importância patrimonial.
A “Cerca Velha” que delimitou e defendeu Lisboa na época medieval é recriada num circuito pedonal sinalizado que passa pelo Castelo, Alfama, Csa dos Bicos e Sé. Este cricuito foi inaugurado no dia 26 de setembro de 2014 no âmbito das Jornadas Europeias do Património

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!