Convento e Igreja Madre de Deus (Museu Nacional do Azulejo)

8.4

O Convento da Madre de Deus situa-se em Xabregas, na zona oriental de Lisboa, mandado construir pela Rainha D. Leonor em 1509, albergando hoje o interessante Museu Nacional do Azulejo.

A construção inicial do século XVI foi muito destruída com o grande terramoto de 1755, sendo o edifício actual o resultado de alguns trabalhos de restauro e conservação ao longo dos séculos.
A bonita Igreja alberga um interessante Portal Manuelino com os brasões do rei D. João II e de D. Leonor, contudo o corpo da Igreja data já do século XVIII, encontrando-se revestida por azulejos barrocos azuis e brancos e decorada com talha dourada.
O Convento alberga ainda a bonita Capela Árabe, com um tecto mudéjar de grande beleza.

O Museu Nacional do Azulejo representa a importância desta arte na cultura, arte e arquitectura Portuguesa, que desde cedo reconheceu a utilidade e beleza estética deste material, aperfeiçoando a sua técnica de conhecimentos já ancestrais. Fundado em 1980, alberga alguns dos mais significativos exemplares da azulejaria nacional, desde o século XV até aos nossos dias.
A visita ao Museu compreende a visita ao espaço conventual, incluindo claustros, igreja e capela.
Obras de artistas como Júlio Barradas, Maria Keil, Júlio Pomar, Cargaleiro, Querubim Lapa, entre muitos outros, expõem-se, com orgulho lado a lado com painéis antigos e históricos, como o da representação da Lisboa antes do grande terramoto de 1755.

O Museu Nacional do Azulejo promove ainda diversas actividades, como Mostra de Técnicas artísticas e artesanais, visitas guiadas e oficinas de pintura em azulejo por marcação, oferecendo também os serviços da Biblioteca especializada em azulejaria e cerâmica.
A completar, os serviços de restauração e cafetaria, com um aprazível espaço exterior.

Horário: 
Terça-feira a Domingo das 10h00/18h00






Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!