7.5

Situada no coração da belíssima cidade de Bragança, a Domus Municipalis é certamente o seu mais simbólico monumento.
Exemplo perfeito da Arquitectura Românica, é um edifício único na Península Ibérica. O monumento apresenta uma forma de pentágono irregular, constituído por dois corpos distintos.

A designação “Domus Municipalis” terá surgido no século XIX, designando “Casa Municipal” em Latim, não obstante, ainda nos dias de hoje se desconhece o seu intuito inicial, tendo sido utilizado ao longo dos séculos para diversos fins, entre eles como Paços do Concelho.
A Domus Municipalis é constituída por dois corpos, um inferior e um superior, que terão servido como cisterna abobada no piso inferior e como sala de reuniões dos desígnios da localidade no piso superior.

O edifício terá sido construído no início do século XV, talvez por alturas da reconstrução do Castelo de Bragança. As suas paredes são graníticas, de planta hexagonal, composta por cinco faces de dimensões diferentes (a mais extensa com 14 metros, a mais pequena com pouco mais de 3), sendo a iluminação efectuada por uma série contínua de janelas de arco abatido, ao longo de todas as faces da construção.
O primeiro piso é ocupado por um amplo salão com uma bancada corrida ao longo de todas as paredes, em pedra, para assento dos membros do conselho municipal.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!