6.7

O Entroncamento é uma cidade Ribatejana, sede de concelho, situada na região Centro do País, devendo o seu desenvolvimento à importância dos caminhos de ferro.

De facto, esta é uma cidade muito recente e de rápido desenvolvimento. Fundou-se com o desenvolvimento dos caminhos de ferro no século XIX, em consequência da criação da linha do Norte e da respectiva bifurcação com a linha do Leste, de onde derivou o topónimo “Entroncamento”.
Aqui “entroncam” duas importantes linhas ferroviárias: a que faz a ligação Lisboa-Porto e a que liga a linha do Norte a Espanha.

Toda a cidade se desenvolveu com e dos caminhos de ferro, com trabalhadores vindos de toda a parte do País, e novos visitantes que aqui faziam escala, construindo-se novos bairros operários, e redobrando comércio, vias de comunicação e serviços.

O Entroncamento orgulha-se do seu património, de onde se destacam a Igreja Matriz, a Capela de São João Baptista, os Bairros Ferroviários da Estação e de Camões, o Parque e Fonte do Bonito, o Miradouro e o Parque José Pereira Caldas.

Nesta cidade, que representa um Museu vivo Ferroviário, está a ser construído o Museu Nacional Ferroviário, podendo já ser visitadas as salas-museu Jenny Mendes de Brito e Ferroviário, na Biblioteca Municipal ou o belo edifício da antiga Escola do Caminho-de-Ferro, do arquitecto Cottinelli Telmo (1897-1948).

O Entroncamento ficou também conhecido como sendo a “terra dos fenómenos”, por aqui se terem relatados diversos eventos curiosos, ligados ao mundo fantástico e do sobrenatural.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!