Fortaleza de Almeida

8.4

Almeida terá sido um local habitado desde a pré-história, com uma povoação fortificada, que na época da Reconquista Cristã da Península, foi conquistada pelo reino de Leão aos árabes.

 

É no reinado de D. Dinis, com o Tratado de Alcanizes, assinado com o reino de Leão, em 1297, que passa definitivamente para a posse portuguesa.

Esta fortaleza, considerada como muito importante na defesa da região, foi sendo melhorada ao longo dos séculos, havendo registos de o castelo medieval ter sido uma imponente construção.

 

Uma das obras de melhoria das defesas, terá ocorrido no século XVII, no contexto da Guerra de Restauração da independência, para a sua adaptação ao uso de artilharia, vindo a ter um papel importante nesta guerra.

 

Já no século XVIII, durante as invasões francesas, o fogo atingiu o paiol, que explodiu, arrasando o castelo medieval e parte da vila, causando varias centenas de mortes, os franceses não ficariam satisfeitos com este massacre e quando já na posse da praça, foram atacados pelas tropas inglesas, retiraram fazendo explodir de novo a fortaleza.

 

As obras de que beneficiou longo dos séculos XVIII e XIX, tornaram a actual fortaleza no que é considerado como, uma jóia da arquitectura militar do nosso país e um reduto quase inexpugnável.

 

A fortificação tem a forma de um polígono hexagonal, com seis baluartes, num perímetro que atinge dois mil e quinhentos metros, tendo no interior quartéis para tropas, paióis, depósitos, e oficinas.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!