Igreja de Santa Maria de Jazente

0.0

A Igreja de Jazente, classificada como Imóvel de Interesse Público desde 1977, integra o percurso turístico-cultural da Rota do Românico. Edifício com caraterísticas que se incluem na categoria de românico tardio, a Igreja de Jazente apresenta-se como um importante registo histórico nos antigos limites da diocese do Porto. A fachada é dominada pelo portal, um dos elementos que melhor denuncia a sua edificação tardia, mas é no seu tímpano que reside a sua maior originalidade. Aqui observamos uma cruz patada vazada sobreposta a um motivo idêntico, gravado no lintel que a sustenta. Na parte final do românico verifica-se uma tendência para furar o tímpano, não só com vazamento de cruzes, mas também com outros orifícios. Assim o confirmam as cinco aberturas em círculo em forma de cruz e envoltas por um duplo círculo gravado no granito, no portal lateral sul. No interior destaca-se a escultura gótica que representa o orago da Igreja, a Virgem com o Menino Jesus ao colo, dita de Jazente. Trata-se de um trabalho em calcário policromado onde Mãe e Filho transparecem amor filial e maternal. Jazente é, ainda, reconhecida por ter sido abadia de Paulino Cabral (1719-1789) que aqui paroquiou entre 1752 e 1784, do Arcadismo, movimento de letras classicista que teve o seu expoente em Bocage.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!