Igreja de São Mamede de Vila Verde

7.7

A Igreja de São Mamede de Vila Verde, classificada como Monumento de Interesse Público desde 2012, integra o percurso turístico-cultural da Rota do Românico. O documento mais antigo respeitante à Igreja de Vila Verde data de 1220, altura em que já integrava o padroado do Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro. A reedificação desta Igreja, efetuada provavelmente no século XIV, é atribuída aos irmãos Martim e Ana Anes, cujos túmulos se encontram no exterior. A Igreja foi construída segundo as técnicas construtivas, a planta e os alçados próprios da arquitetura românica. O arranjo dos portais e o recurso aos cachorros lisos associam, no entanto, este monumento a uma época em que o estilo gótico era já dominante. A capela-mor exibe vestígios de pintura mural, datados do século XVI, com motivos vegetalistas e geométricos, sendo ainda identificáveis as figuras de São Bento e de São Bernardo. Esta pintura terá sido realizada pelo artista Arnaus, sob o patrocínio dos abades de Pombeiro ligados à família Melo, cujo brasão é ainda hoje visível. A construção de uma nova Igreja paroquial de Vila Verde, na segunda metade do século XIX, contribuiu para o progressivo abandono e degradação da Igreja de São Mamede. Este monumento foi totalmente recuperado no âmbito do projeto da Rota do Românico.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!