Igreja de São Pedro de Abragão

9.2

A Igreja de São Pedro de Abragão, classificada como Monumento Nacional desde 1977, integra o percurso turístico-cultural da Rota do Românico.
Esta Igreja conserva a cabeceira da época românica, testemunho significativo da arquitectura românica do Vale do Sousa.
No exterior, o friso composto por motivos geométricos recorda o modo de decorar as igrejas das épocas visigótica e moçárabe, cuja revivescência em obras do século XIII constitui um dos mais interessantes fenómenos da arquitectura românica portuguesa.
Em 1105 é documentada a existência da Igreja de Abragão. No entanto, a cabeceira que a tradição atribui à iniciativa de D. Mafalda, filha do rei D. Sancho I, data do segundo quartel do século XIII.
A rosácea apresenta os temas tradicionais da suástica flamejante, das rosetas de seis folhas e das palmetas executados a bisel.
No interior, os capitéis são um bom testemunho da maneira românica de esculpir.
A fachada principal e a nave correspondem a uma reedificação da segunda metade do século XVII.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!