Igreja do Salvador de Unhão

7.8

A Igreja do Salvador de Unhão, classificada como Imóvel de Interesse Público desde 1950, integra o percurso turístico-cultural da Rota do Românico. Esta Igreja é um excelente testemunho nacional da arquitetura e da escultura de estilo românico, destacando-se o portal principal com os seus capitéis de decoração vegetalista. Apesar das transformações que foi recebendo ao longo do tempo, conserva-se ainda a inscrição que regista a Dedicação da Igreja [início do culto] anterior, em 28 de janeiro de 1165, celebrada pelo arcebispo de Braga, D. João Peculiar. A referência a “Magister Sisaldis” nesta inscrição e a existência de uma série de siglas [marcas de canteiro/pedreiro] com um “S” de grande dimensão parecem indicar o nome do mestre da obra, elemento raro no panorama da arquitetura românica portuguesa. A Igreja de Unhão conserva ainda a nave românica, construída durante a primeira metade do século XIII.  No interior destaca-se a imagem de Nossa Senhora do Leite, escultura em calcário policromado de origem desconhecida. A ausência de movimento da imagem, a dimensão da cabeça e das mãos, bem como o olhar fixo e ausente, sugerem que se tratará de uma escultura do estilo românico. Contudo, o facto de o Filho ser representado como uma criança, despida e olhando para a Mãe, é mais comum da religiosidade gótica.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!