8.5

A bonita Lagoa do Negro situa-se na maravilhosa Ilha Terceira, Arquipélago dos Açores, num lugar pleno de beleza.

Esta é uma lagoa de pequenas dimensões, situada num local de grande paz de espírito, rodeada de elegantes criptomérias, conhecidas como cedro-do-japão, que lhe conferem uma beleza muito própria. Daqui se avista a bonita Sera de Santa Bárbara, que possibilita bonitos panoramas.

Esta lagoa é o resultado da acumulação das águas da chuva e dos escorrimentos da encosta dos Picos Gordos e dos verdejantes campos em redor, possuindo uma interessante vegetação aquática.

Lugar idílico e bucólico, tem a si associada uma antiga e romântica lenda.


A Lenda da Lagoa do Negro…
Diz-se que há muito tempo aqui existia uma família nobre, dona de muitos terrenos e dos muitos escravos que neles trabalhavam. Acontece que a filha do nobre, que estava prometida para um casamento com um homem por quem não nutria qualquer sentimento, mas era conveniente à família, se apaixona por um escravo negro. O amor é correspondido, mas mantido em máximo segredo, sabendo que ao ser descoberto seria a pena de morte do escravo, que nem sentimentos era autorizado a ter.
Decidem então fugir, no entanto, esta intenção foi descoberta por uma das aias. Ao perceber o perigo da situação, o escravo foge, correndo montes e vales, no coração da bonita Ilha Terceira. Ao sentir os perseguidores perto, e cansado dos dois dias que levava em fuga, o escravo entra em desespero, começando a chorar. Diz-se que as suas lágrimas rapidamente se multiplicaram e fizeram nascer à frente dele esta linda lagoa aninhada ao lado de uma colina arborizada. Com a aproximação dos perseguidores, e ao se aperceber da lagoa então formada, e não tendo por onde fugir, o escravo mergulhou nas águas escuras, aqui morrendo afogado.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!