9.1

O Monte Estoril é uma localidade junto do Estoril, localizada num local privilegiado desta bonita Costa, e muito famosa pelas suas praias e casas senhoriais e pequenos palacetes, local de eleição das classes altas nacionais e internacionais.

O Monte Estoril teve origem em inícios do século XX, desenvolvido pela construção dos caminhos de ferro que ligam Lisboa a Cascais. Com uma localização soberba e paisagens paradisíacas, o Monte Estoril já era em 1910 um local de eleição da aristocracia, e posteriormente, com a 2a Guerra Mundial passou a ser refugio de exilados de luxo, e local de eleição de famílias reais.

A sua arquitectura denota esta luxuosa história, convivendo aqui bonitas casas apalaçadas, refúgios aristocráticos de verão e pequenas obras de sonho, como é exemplo a “Casa do Monte Estoril”, construída em 1917 num estilo barroco joanino, produto acabado da "arquitectura de ostentação" que marcou este período e toda a linha do Estoril, ou as vivendas Rey Colaço, Jorge Colaço e Batalha Reis e o Palácio Saint Julian’s.
Por esta época surgem projectos de complexos turísticos e termais de luxo, atraindo cada vez mais visitantes.

O Jardim Carlos Anjos (um dos impulsionadores do desenvolvimento turístico do Monte Estoril), também conhecido por Jardim dos Passarinhos, está rodeado de hotéis de charme e convida a agradáveis passeios, frequentado por turistas e habitantes locais, em momentos de lazer.
O Paredão que separa o Monte Estoril das suas bonitas praias é uma das imagens de marca da região, conduzindo a Cascais e a São João do Estoril, está repleto de bares e restaurantes com agradáveis esplanadas, perfeito para aproveitar o que o local tem de melhor.

Muito interessante é o Museu da Música Portuguesa, constituído pelo espólio de Fernando Lopes-Graça e Michel Giacometti e instalado na Casa-Museu Verdades de Faria, obra por Raul Lino, um dos principais arquitectos da região.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!