Mosteiro da Flor da Rosa

7.3

Situado na aldeia de Flor da Rosa, bem próximo do Crato, o Mosteiro da Ordem do Hospital de Flor da Rosa, fundado em 1356, é o mais importante monumento da região e um dos mais emblemáticos exemplos de Mosteiro fortificado existentes em Portugal e nele está implementada uma das mais conceituadas Pousadas do País.

Em 1232 o Rei D. Sancho II doou a povoação do Crato à Ordem dos Hospitalários.
Foi em 1340 que a sede da Ordem do Hospital foi alterada de Leça do Bailio ou de Belver, para o Crato, tendo logo o Prior do Crato, D. Álvaro Gonçalves Pereira, decidido fundar uma Capela na localidade.
Com o crescimento da Ordem é então erguido este Mosteiro, casa-mãe da Ordem em Portugal, fundado em 1356.
A partir do século XVI a Ordem do Hospital passou a denominar-se Ordem de Malta, nome que ainda hoje conserva.

Este Mosteiro é composto por três edificações distintas: a igreja-fortaleza de estilo Gótico, um paço-acastelado gótico, já com alterações quinhentistas, e as restantes dependências conventuais já renascentistas e mudéjares.

Todo o conjunto tem sido alterado ao longo dos séculos, nomeadamente nos século XVI e XVII e mais tarde no século XX, onde houve uma maior preocupação de preservação do plano original gótico.
De facto já no tempo do Rei D. Manuel I o espaço monástico é alargado para um maior número de aposentos, transformando-o num Paço Real, e com o grande terramoto de 1755 e um temporal devastador em 1897 que se fez sofrer na área, o conjunto teria sofrido grandes desgastes.

O Mosteiro da Ordem do Hospital de Flor da Rosa foi classificado em 1910 Monumento Nacional, e na década de 40 começam as obras de restauro. Mais tarde, em 1991 iniciam-se os trabalhos de reconversão para Pousada de Portugal, pelo Arquitecto João Luís Carrilho da Graça, aberta ao público em 1995 e transformando-se este legado patrimonial numa das mais aclamadas Pousadas do País.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!