Mosteiro do Salvador de Travanca

8.6

O Mosteiro de São Salvador de Travanca situa-se no verdejante concelho de Amarante, no norte do País, e constitui uma das grandes jóias Românicas Portuguesas.
Classificado como Monumento Nacional desde 1916, alberga a importante Igreja do Divino Salvador, hoje em dia o mais importante templo românico beneditino da região de Amarante, e um dos mais antigos do País. integra o percurso turístico-cultural da Rota do Românico. O Mosteiro de Travanca impressiona pelas suas dimensões, sobretudo a Igreja, edificada no século XIII. Associado à linhagem dos Gascos, a que pertencia Egas Moniz, o aio de D. Afonso Henriques, constituiu um dos mais poderosos institutos monásticos da terra de Sousa durante a Idade Média. No exterior da Igreja, de três naves, impõe-se o portal principal, rasgado em corpo saliente, encimado por cornija sobre modilhões retangulares e ornado com mísulas [pedras salientes de apoio] em forma de cabeças de bovídeo. As arquivoltas possuem toros diédricos e nos seus capitéis estão representados aves com pescoços enlaçados, serpentes, figuras humanas e monstros que tragam homens desnudos. O portal lateral norte mostra uma composição semelhante. O interior é composto por diversas soluções artísticas e arquitetónicas do período medieval e posteriores. A sacristia, cujo espírito barroco sobressai nos arcazes e pinturas do teto, assinala as grandes reformas iniciadas na Época Moderna. Todavia, o que se sobressai no conjunto é a torre isolada, considerada uma das mais elevadas torres medievais portuguesas. O seu ar militar é puramente simbólico, destacando-se o seu portal ricamente lavrado, cujo tímpano apresenta uma original representação do Agnus Dei (Cordeiro de Deus), erguendo uma cruz patada.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!