Museu do Teatro Romano

7.5

Situado na vertente Sul da encosta do Castelo de São Jorge, na bonita zona histórica da cidade de Lisboa, o conjunto do Museu e Ruínas do Teatro são um bem patrimonial que demonstra a importância da cidade desde tempos remotos.

O Teatro Romano de Lisboa terá sido construído na época do Imperador Augusto, no século I e abandonado já no século IV d.C., com capacidade para cerca de 5000 pessoas.
O grande terramoto que abalou o País, e particularmente Lisboa, em 1755, fez remodelar grande parte da cidade, e descobrir em 1798 este grande achado arqueológico do tempo de ocupação Romana do território.
Classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1967, tem sido objecto de diversas campanhas de estudo e pesquisa arqueológica.
Conseguiu-se, assim, recuperar parte das bancadas, da orquestra, da boca de cena e do palco e um significativo conjunto de elementos decorativos.

Com vista à preservação de tão importante legado patrimonial e à sua compreensão e divulgação, estabeleceu-se o Museu do Teatro Romano, ainda em desenvolvimento, que inclui uma área de exposição, um campo arqueológico, informação e suportes multimédia e as ruínas do Teatro propriamente ditas.

A visita a esta jóia patrimonial permite descobrir uma diferente Lisboa, de outros tempos, que atrai desde longínquas datas, as mais variadas civilizações e culturas, constituindo uma mais valia para a melhor percepção do passado e do presente. 

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!