Museu Rafael Bordalo Pinheiro

6.8

Situado na zona norte de Lisboa, no Campo Grande, o Museu Bordalo Pinheiro aborda a vida e obra de Rafael Bordalo Pinheiro, uma das mais proeminentes figuras da cultura, política e arte Lisboetas do século XX.

O espaço foi encomendado pelo poeta republicano Cruz Magalhães, grande admirador da obra de Bordalo, que pretendia aqui um espaço digno para a sua vasta colecção, inaugurando-o em 1916.
Hoje em dia o Museu Bordalo Pinheiro reúne a mais completa colecção bordaliana: 1200 peças de cerâmica; 3500 exemplares de gravura; 3000 originais, entre desenho e pintura; 900 fotografias de época; mais de 3000 publicações; um significativo acervo documental composto pelo espólio privado de Cruz Magalhães e do Grupo de Amigos relacionado com a história da constituição da colecção e da fundação do Museu, e pelo de Julieta Ferrão, primeira directora da instituição.

Rafael Bordalo Pinheiro foi um importante artista com uma obra muito rica e variada, celebrizando-se como caricaturista, desempenhando muitas vezes um papel humorístico e crítico da sociedade, como o demonstra a sua obra mais famosa: o ‘Zé Povinho’.
Bordalo Pinheiro foi, pois, importante para a divulgação da cultura popular que muito o estimou e inspirou, criando novas peças de arte e um estilo muito característico.

O Museu alberga ainda uma Biblioteca, Serviços Educativos e Pedagógicos, Actividades e Workshops e uma Loja.

Aberto de terça a domingo das 10:00 às 18:00
Encerra à 2ª-feira e feriados
Entrada gratuita ao domingo até às 14h00




Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!