Palácio Nacional de Queluz

8.3

A data da sua construção remonta a 1747, quando o Infante D. Pedro III, futuro rei, ordenou a sua edificação, com base numa casa de campo que havia pertencido ao Marquês de Castelo Rodrigo, no século XVII.

O corpo principal do Palácio só ficou terminado depois do casamento de D. Pedro com D. Maria Francisca, mais tarde a rainha D. Maria I, em 1758. Tanto os salões do Palácio, como os seus jardins, foram profusamente enfeitados com ornamentos barrocos, tornando-o um excelente exemplar do modo de vida da sociedade barroca setecentista.

Frequentemente comparado com o Palácio de Versailles, em França, o palácio Nacional de Queluz preserva, no entanto, uma forte identidade portuguesa e continua a ser um dos cenários preferidos do Governo para recepções oficiais e reuniões de Chefes de Estado internacionais.

Em 22 de abril de 2015, foi inaugurada a Biblioteca de Arte Equestre, D. Diogo de Bragança,
8º Marquês de Marialva, exímio cavaleiro e especialista em Arte Equestre.

Horários do Palácio e Jardins:
Aberto todos os dias do ano (excepto 25 de dezembro e 1 de janeiro). 
Época Alta, 9h00 às 20h00 : Época Baixa, 9h00 às 17h30

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!