7.8

Ponte de Sor é uma agradável cidade, sede de um vasto concelho, situada na extensa região Alentejana, bem na junção com a anterior região Ribatejana, é caracterizada pelas lezírias do Sor, grandes campos de cultivo que circundam a cidade.

Ponte de Sor deve o seu nome à primitiva ponte romana, que integrava o percurso da 3ª via militar que ligava Lisboa a Mérida e a que faz referência um marco miliário do tempo do imperador Marco Aurélio Probo, não se tendo, contudo, informações claras de ocupações humanas anteriores aos Romanos.
Esta foi uma região de fronteiras muito instáveis durante a reconquista Cristã, tendo sido o território entregue à Ordem dos Templários, e posteriormente reconquistada pela Ordem de S. Bento.

Ponte de Sor apresenta diversos pontos de interesse como as suas igrejas Matriz (século XVII) e da Misericórdia, a Capelinha dos Paços do Calvário, as Capelas de São Pedro e Santo António (século XVII), de São Sebastião ou do Senhor das Almas, ou mesmo outros monumentos como a Ponte sobre a ribeira de Sor, que originariamente seria de origem romana, mas por ter ruído foi erguida esta outra durante o reinado de D. João VI, o edifício dos Paços do Concelho, ou a orgulhosa Fonte da Vila.
Vale a pena conhecer também o núcleo Megalítico de Montargil ou a Necrópole de Santo André, ou os moinhos da Tramaga, ou mesmo apreciar a calmaria da zona ribeirinha de Sor.

A natureza circundante é generosa, destacando-se a grande Barragem de Montargil que atrai inúmeros visitantes pelas suas boas condições para a prática das mais diversas actividades, e também pela existência de boas infra-estruturas turísticas.

Ponte de Sor orgulha-se do seu tradicional Artesanato, nomeadamente em peças de mármore decorativo, a cestaria em vime, a cortiça vinda da importante indústria corticeira das abundantes florestas de sobreiros da região, e também diversos trabalhos em madeira.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!