Reserva Natural do Paul de Boquilobo

7.0

Situada na confluência dos rios Tejo e Almonda, bem perto da Golegã, a Reserva Natural do Paúl do Boquilobo compreende uma área de cerca de 529 hectares numa zona caracterizada principalmente por maciços de salgueiros e freixos.
Parte desta Reserva tem a particularidade de estar localizada na Quinta do Paul do Boquilobo, que chegou a ser pertença das Ordens do Templo e de Cristo, tendo sido doada pelo rei D. João I ao seu filho Henrique.
A Reserva é uma zona húmida, e a única área protegida portuguesa integrada na Rede Mundial de Reservas da Biosfera da UNESCO, com as suas zonas interiores alagadas durante praticamente todo o ano, encontrando-se cobertas por várias e importantes espécies de plantas aquáticas e caniçais, pelo que o período mais agradável para visita é entre os meses de Março e Julho, quando a Reserva fica coberta do verde que a caracteriza.
É na Reserva Natural do Paúl do Boquilobo que está instalada a maior colónia de garças da Península Ibérica.
Mas muitas outras espécies aqui habitam e denotam a importância desta Reserva, tais como anatídeos, galeirões, limícolas, o Zorro-comum, o Coelheiro, a Piadeira, ou peixes como o Ruivaco, a Boga-portuguesa, ou mesmo outras espécies como a lontra, o Toirão, o Rato de Cabrera, entre tantas outras.
Os acessos para a Reserva podem ser feitos através do caminho da Quinta do Paul ou pela Estrada da Golegã em direcção à Azinhaga (cerca de 2km), não estando claramente assinalado o Percurso até á Reserva.
O passeio pela Reserva tem a extensão de cerca de 4kms, e pode demorar cerca de 3 horas.



Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!