9.6

Situado nas freguesias Algarvias de Salir e Benafim, no concelho de Loulé, o Sítio Classificado da Rocha da Pena estende-se por uma área de 637 hectares, numa paisagem de grande beleza, transitando entre o Barrocal e a Serra Algarvia.

De facto, a Rocha da Pena é um relevo único do Barrocal Algarvio, uma formação calcária cujo planalto atinge cerca de 2 km de comprimento, numa altitude máxima de 479 metros.
A acção da água na rocha calcária ao longo dos séculos, provocou fendas e deu origem a grutas, algumas das quais com grandes dimensões.

Este é um local de reconhecido interesse, com particularidades geológicas, geomorfológicas, biológicas, paisagísticas e culturais, com imensas e variadas espécies de flora, como a Rosa Albardeira, a Milfurada, Orquídea selvagem, Sobreiro, o Rosmaninho, entre tantas outras.
Também diversas espécies de fauna encontram aqui o seu habitat, como as águias de Bonelli e a de asa redonda, o abelharuco, os chapins, coelhos, ginetes, morcegos ou javalis, entre muitas outras espécies.

O local possui também um interessante património construído como os muros de pedra no topo, que se pensa remontarem ao período da Idade do Ferro, utilizados como muralhas defensivas, a gruta do Algar do Mouros, por supostamente ter sido o local onde estes se refugiaram após a conquista Cristã de Salir, ou os Moinhos de Vento da Pena, símbolo da importância agrícola da região ao longo dos tempos.

A Rocha da Pena possui as melhores condições para a prática de variadas actividades desportivas, como escalada.
Está disponível também um maravilhoso Percurso Pedestre com uma extensão de 4,7 Km e uma duração prevista de 3 horas, devidamente estruturado e com a devida sinalização e informação.

Está igualmente prevista a instalação de um Centro de Interpretação e Informação Ambiental e local.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!