Um passeio pelo Trilho Pedestre de Real, na freguesia de Gandra, pelas matas de aveleiras, gravuras rupestres, levadas de água e velhos engenhos e moinhos.

Com a distância de 6 Km's é um percurso rural / cultural que se desenvolve pela freguesia de Gandra, com um grau de dificuldade fácil e um tempo estimado de 2 horas.

O ponto de partida, deste percurso circular, é a Igreja Paroquial de Gandra. O encontro está marcado para as 9h e o início da caminhada para as 9h30. O percurso será acompanhado por guias especializados que darão a conhecer os pontos mais interessantes do percurso, sobretudo, o património edificado, a fauna e a flora autóctone.

O Trilho do Real inicia-se junto à Igreja Paroquial de Gandra, para percorremos por escassos metros a estrada em direcção ao lugar de Real- um pequeno aglomerado populacional, cujas ruelas são estreitas, o que torna esta passagem muito atractiva ao pedestrianista.

Pouco depois, deixamos o núcleo populacional para entrarmos numa zona de acessos a campos agrícolas, muitos deles em pousio, para no ano seguinte receber a sementeira do milho ou de batata.

Chegados ao lugar de Picões, visitamos a pequena Capela de Sant' Ana, cuja simplicidade, nos convida a uma curta e merecida pausa.

Logo depois, viramos no primeiro caminho em terra que surge à direita e nos conduzirá ao lugar de Pinheiro. Seguidamente, avistamos a Capela de St.º Amaro, indicando-nos a direcção para alcançarmos o local onde se iniciou este percurso.

Durante este troço final podemos observar um elemento patrimonial da arquitectura industrial, a antiga Fábrica de Têxteis dos "Durães", que pelas suas dimensões, deixa transparecer a importância que esta teve na economia e na vida das gentes desta freguesia e do concelho de Valença.

Pelas estreitas quelhas e ruelas típicas portuguesas, alcançamos finalmente o local onde teve início este percurso de âmbito tão diversificado a nível paisagístico, cultural e de património local.