Macau - RAEM

Sobre Macau - RAEM

Na costa sudeste da China, pode ser encontrado Macau, junto a um dos centros económico e financeiro mais importante do mundo, que é Hong Kong, no delta do rio Pérola da província de Guangdong.
A cidade de Macau insere-se numa península, onde duas pontes de 2,5 kms e 4,5 kms respectivamente ligam á ilha de Taipa, que por sua vez está agora ligado á ilha de Coloane.
No extremo norte da península, num estreito istmo, é a imponente porta de entrada (Portas do Cerco), que leva para as áreas de Zhuhai e Zhongshan do centro da China.
O território tem uma área total de 28,00 km ², dimensão esta que necessariamente tem vindo a ser actualizada, uma vez que Macau tem vindo a ganhar terra constantemente no Delta, de forma a conseguir mais terreno para contruções. A península é 10,50 km ². A Ilha da Taipa, incluindo o aeroporto, é 9,70 km ², e Coloane é 7,80 km ².
Com um clima muito peculiar, considerado subtropical húmido, em Macau podemos apanhar grandes variações de temperatura com niveis de húmidade altos. No Verão que em Macau considera-se que ocorre entre Maio e Outubro, temos chuvas intensas, trovoadas e tufões. Já o Outono, é a época mais agradável, uma vez que o interior da china começa a arrefecer influenciando fortemente o micro clima de Macau. Tanto que passamos inclusivamente a ter temperaturas amenas com céu limpo. No entanto, é Sol de pouca dura, já que a massa de ar frio vindas do interior da China rapidamente entram em Macau por volta do mês de Dezembro, indo até Fevereiro fazendo desta altura do ano uma época muito fria, atingindo temperaturas de -10°C.
Em Março, voltam as temperaturas e niveis de humidade a normalizar, voltando também uma nebulosidade que caracteriza o céu de Macau, substituindo o azul forte do ceú por um azul acinzentado.

A população residente é de ~582.000, o que faz de Macau a cidade com mais população por metro quadrado do mundo.
Macau, depois de ter estado sob administração Portuguesa após vários séculos, foi entregue a soberania á Republica Popular da China a 20 de Dezembro de 1999, continuando a gozar no entanto de elevada autonomia no que se refere aos campos sócio-económicos e financeiros. Considera-se assim Macau como a Região Administrativa Especial de Macau ( RAEM ) da República Popular da China, questão esta que dá razão de existir à expressão “um País, dois Sistemas” utilizado para caracterizar Macau.

A multiculturalidade existente em Macau é tal, que há quem diga ser em Macau que o Ocidente encontra o Oriente, um sítio onde se convergem muitos valores, crenças religiosas, costumes, hábitos, tradições e estilos arquitectónicos. Esta característica única e própria de Macau constitui uma das suas especificidades mais importantes.
São provas desta harmoniosa simbiose, o simples facto de serem contemplados no mesmo calendário os feriados do Ano Novo Lunar Chinês, o Dia do Buda, o Natal e a Páscoa.
Quanto à gastronomia, aplica-se o mesmo principio de multiculturalidade. A comida Macaense, é também ela única, já que se pode considerar que teve origem nas receitas culinárias lideradas pelas mulheres Portuguesas embora elaboradas com ingredientes locais oriundos principalmente China.

Macau tem tantos e tão interessantes pontos de interesse que passaram a vigorar como Património Mundial da Humanidade, nomeadamente as Ruínas de São Paulo, o Templo de A-Má, entre outros que personificam os primeiros encontros entre a China e o mundo Ocidental.

Macau, é definitivamente um local a visitar, viver e experenciar!

Já conheces Macau - RAEM?

Macau - RAEM tem 29 km2 e uma população de mais de 550 000 habitantes

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!