Castelo de Sortelha

7.9

O castelo de Sortelha, não pode ser dissociado do conjunto histórico que forma com a aldeia do mesmo nome, uma vez que para além do castelo e das muralhas que envolvem a povoação, o pelourinho, a Igreja Matriz, a Capela de São Sebastião, o Antigo Hospital da Misericórdia, a Fonte de Mergulho e a Fonte da Azenha, são um todo nesta aldeia histórica.

 

Este local foi habitado desde a pré-história, ocupado por romanos, visigodos, muçulmanos e finalmente, com a Reconquista Cristã da Península Ibérica, passou para a coroa portuguesa, aparecendo as primeiras referências seguras a Sortelha, em 1187, no reinado de D. Sancho I.

 

O castelo medieval terá sido construído em 1228, já com D. Sancho II, que também concedeu foral à vila, as muralhas de protecção da povoação, terão sido erguidas no reinado de D. Dinis e mais tarde melhoradas por D. Fernando.

 

Por volta de 1500, o rei D. Manuel I, também fez obras no castelo, de que ainda hoje são testemunho as suas armas, colocadas na entrada. A Guerra da Restauração da Independência, depois de 1640, ditou mais uma vez alterações nesta fortaleza, para a sua adaptação ao uso de artilharia.

 

Ao longo dos séculos este castelo, muito pela sua colocação estratégica perto da fronteira, sofreu com as lutas com Castela e não escapou também às invasões francesas.

 

Classificado como Monumento Nacional, já teve obras de conservação e restauro. Mantendo a traça gótica e manuelina, este castelo é como uma sentinela sentada nos rochedos, vigiando a paisagem, para lá das muralhas que protegem a povoação.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!