Palácio do Marquês de Pombal Conde de Oeiras

7.2

Com traçado arquitectónico de Carlos Mardel, o Palácio e os jardins terão sofrido durante a sua construção a influência da esposa do Marquês, Leonor de Daun. A moderna arquitectura do tempo, de que eram principal exemplo os jardins do Palácio de Versalhes, também deixou marcas na construção do edifício.
A beleza deste edifício não se fica pelas suas linhas exteriores. As suas salas e terraços são uma agradável surpresa para quem os visita.
Todos os tectos são decorados com pinturas e estuques em relevo da autoria de João Grossi, não se podendo destacar nenhuma, uma vez que todas são diferentes e alusivas à utilização de cada sala.
De destacar sim, a capela dedicada a Nossa Senhora das Mercês, cujos estuques são de rara beleza e perfeição. O azulejo tem também no seu interior um lugar de importante destaque.  O Palácio apresenta ainda um recheio precioso, com telas de André Gonçalves e estátuas de Machado de Castro.
No exterior, o terraço é preenchido por alinhamentos de estátuas, diversa vegetação ornamental e por duas Araucárias, visíveis a grande distância, uma vez que se sobrepõem bastante aos telhados do Palácio.

Horário dos Jardins:
Abertos todos os dias
Verão: 09h00-20h00 - Inverno: 09h00-17h00
Entrada gratuita


Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!