CIMfonia: A música como alavanca do desenvolvimento

Guarda
Guarda, Portugal

Informação

Nada melhor que a música para unir um território em torno de uma causa comum. Pela sua universalidade, pela sua capacidade de tocar todos, seja nos centros culturalmente mais ativos, seja no lugar mais recôndito das nossas terras comuns. A Guarda 2027? corporiza, cada vez mais, o espírito de uma plataforma que congrega a energia transformadora do uso das artes, da cultura e dos seus agentes para a arquitetura de um futuro mais feliz nesta nossa amada região do interior beirão. Para que o acesso às manifestações artísticas de qualidade não se fique pelas salas convencionais mas que vá ao encontro das pessoas, aos espaços menos convencionais, para que promova o património natural e histórico. Para que promova uma literacia artística como 'fermento' de melhor cidadania.

O projeto CIMfonia?, de que é diretor artístico o maestro Osvaldo Ferreira, na qualidade de programador da equipa de projeto da nossa Candidatura, representa um extraordinário exemplo do processo de cooperação intermunicipal que estamos a construir com conjunto, já vencedor pelo alcance não só territorial, enaltecendo os patrimónios existentes em cada concelho, mas sobretudo pela conetividade humana em prol de um ecossistema criativo que ajuda a atrair e a fixar mais talento e melhor qualidade de vida.

Estamos convictos de que este caminho nos levará à consciência coletiva de que viver no interior, longe do estigma do abandono e da falta de oportunidades, tem nas indústrias criativas um polo de desenvolvimento capaz der inverter essa malfada realidade de uma demografia ameaçadora da esperança.

A Guarda 2027, mais do que a corrida a um título, vale pela estruturação orgânica de um querer firme, e genuíno, de que a cultura seja a semente que povoe as nossas terras únicas de novos projetos, novas ações regeneradoras do que somos e do que podemos alcançar. O CIMfonia, em boa hora integrado na programação em rede da Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) vai, seguramente, constituir-se como projeto unificador desse desejo comum, de um 'apelo pelo interior' como lugar de todas as confluências identitárias de uma região onde todos sentem vontade de viver, trabalhar e prosperar.

Leia Também

publicado 28/04/2021

Mapa

Cidade Online

Escolha o Idioma