8.5

Avô é uma bonita vila situada na zona Centro do País, banhada pelo Rio Alva e pela ribeira de Pomares que aqui tem a sua foz, no Pego de Avô, um pitoresco lago com uma ilhota no meio, sendo mesmo a Vila de Avô considerada como uma das mais bonitas Vilas do País.

A vila de Avô tem origens bem antigas, tendo anteriormente o topónimo de “Couto de Avao“, porque, não havendo pontes sobre o rio Alva e a ribeira de Moura, só se podia entrar no velho burgo atravessando a “vau” estes cursos de água.

Avô foi habitada por Romanos que aqui procuravam minérios de chumbo e ouro, tendo estes sido, provavelmente, os fundadores do Castelo, hoje em ruínas. Avô foi também povoada pelos Mouros, e reconquistada pelo primeiro rei Português, D. Afonso Henriques, que mandou re-edificar o Castelo.
Para além das ruínas deste antigo Castelo, que incluem também as ruínas da Ermida de São Miguel (século XVI, XVII), Vila do Avô possui muitos outros monumentos dignos de interesse como a bonita Igreja Matriz (século XVIII), as Capelas de Nossa Senhora dos Anjos (início século XVIII), a de Santa Quitéria (século XVII) e a granítica de São Pedro (século XVI), ou mesmo o bonito pelourinho do século XIV, manuelino, pertencente ao grupo de pelourinhos classificados do tipo de “pinha”.

Do Miradouro Varandas de Avô tem-se um panorama fantástico, enriquecido pela beleza patrimonial da vila, com o seu casario a fazer lembrar uma pintura artística, e a fantástica natureza envolvente, com o Rio Alva e a Ribeira de Pomares a emoldurá-la.

Merece também destaque a Praia Fluvial de Avô, situada na zona marginal do Rio Alva, junto à Ilha do Picoto, recentemente renovada e contando com uma piscina infantil alimentada com água do rio, zonas de relvado, parque de merendas, balneários e passeios pedestres.
A caminho da ilha, situa-se a grandiosa Casa de Brás Garcia Mascarenhas, solar quinhentista no seu traço original, com bonitas janelas manuelinas.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!