8.2

Sobre Mourão não há dados que atestem a sua ocupação até à reconquista cristã da Península Ibérica, também não há certezas quanto à data da construção do castelo, todavia é certo que após passar para o domínio português, foi entregue à Ordem dos Hospitalários.

 

Por outro lado, há quem considere que no reinado de D. Sancho II, por volta de 1226, possa ter ocorrido a sua construção, mas podem ter sido apenas feitas melhorias nas suas defesas, melhorias que terão ocorrido também no reinado de D. Dinis, que renovou o foral da vila, já concedido por D. Sancho II e D. Afonso III.

 

O período do domínio filipino, marca Mourão com a sua adesão à causa de Espanha, todavia quando foi declarada a Restauração da Independência, em 1640, este castelo foi um dos primeiros aderir à causa portuguesa.

 

À semelhança de outras fortificações, sobretudo na zona fronteiriça, este castelo foi remodelado durante a Guerra da Restauração da Independência, para poder funcionar com artilharia, para o que foram construídos baluartes e os chamados revelins, muralhas com um ângulo muito acentuado, dando à planta da fortaleza a forma de estrela. 

 

Foi também atingido pelos efeitos do terramoto de 1755, no interior da cerca ainda há os vestígios da Casa da Guarda e dos antigos Paços do Concelho, está classificado como Imóvel de Interesse Público, desde 1957.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!