10.0

Do topo de uma colina, a pequena aldeia de Castelo Rodrigo domina o planalto que se estende para Espanha, a leste, até ao vale profundo do Douro, a norte.
A sua história enraíza-se nas páginas do tempo: Foi castro Vetão, mais tarde ocupado pelos romanos. Existem referências à presença de mouros.
Foi o rei Leonês Fernando II, o monarca que mandou repovoar esta região, no ano de 1161. Poucos anos depois, Afonso IX, atribui foral e estabelece o Alfoz do Concelho, o primeiro a ser formado em Riba Côa.
A partir de 12 de Setembro de 1297, com a assinatura do tratado de Alcanizes passa definitivamente para território português.
Em 1508, D. Manuel concede foral novo à vila. É desse período a construção do Pelourinho.
A 7 de Julho de 1664 travou-se aqui a famosa batalha de Castelo Rodrigo, onde as tropas portuguesas comandadas por Pedro Jacques de Magalhães derrotaram o exército espanhol do Duque de Ossuna.
Lugar de passagem dos peregrinos que se dirigiam a Santiago de Compostela, contam as lendas que o próprio S. Francisco de Assis aqui teria pernoitado na sua peregrinação ao túmulo do Santo.
Fazendo parte do programa das Aldeias Históricas, a sua monumentalidade está patente em todo a vila. O pelourinho, o palácio, a cisterna, a Igreja e Convento de St.ª M.ª de Aguiar são monumentos que tornam este local inesquecível.
Castelo Rodrigo merece uma visita pelas suas glórias passadas, pela beleza e limpidez do lugar, pelo seu casario intra-muros, pelo seu pelourinho manuelino e ainda pela comovente imagem de Santiago Matamouros guardada na igreja do Reclamador.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!