8.6

Cidade Portuguesa, sede de concelho, situada em Trás-os-Montes, na margem direita do Rio Douro, em plena fronteira com Espanha, num terreno montanhoso e árido, que possibilita magnificas paisagens, rodeada pelo inegualável Parque Natural do Douro Internacional.
Com vestígios de presença humana desde remotos tempos, Miranda tem fortes raízes celtas e foi mesmo ocupada pelos Romanos.
Com uma posição estratégica importante, fronteiriça com Espanha, foi uma importante localidade na Idade Média.
Situada numa região árida e de dificeis acessos durante muitos anos, a região de Miranda do Douro soube preservar as suas tradições e modos de vida num mundo cada vez mais desenvolvido. Testemunho disso é a própria lingua, o Mirandês, património único na região, que tem sobrevivido à passagem do tempo incólume.
De facto, todas as tradições são ainda hoje acarinhadas e mantidas na região, como é o caso do colorido folclore, com a famosa dança dos paus, dos Pauliteiros de Miranda, com o seu típico trajo de saias, acompanhada pelo toque da gaita de foles, uma herança da ocupação celta da região na Idade do Ferro.
Miranda do Douro tem um rico património natural, social e edificado, como são exemplo as suas bonitas casas antigas, o seu monumento mais imponente: a Sé (hoje Igreja de Santa Maria Maior) do século XVI, entre outros tantos pontos de interesse.
A Gastronomia transmontana é presença importante em Miranda do Douro, com a sua Posta Mirandesa, a Bola Doce Mirandesa o Folar de Carne, os pratos de enchidos como a Alheira, as Rosquilhas ou o famoso Pão de Ló.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!