4.5

Situada no Campo Grande, na Cidade Universitária, na zona norte da cosmopolita capital de Portugal, Lisboa, a Torre do Tombo é a designação do arquivo central do País, desde os remotos tempos da Idade Média.
Anteriormente, o arquivo central situava-se na Torre to Tombo do Castelo de São Jorge (de 1378 a 1755), ficando desde aí a sua designação. Estando em perigo no grande terramoto de 1755, mudou-se o seu importante conteúdo para o Palácio de São Bento onde se manteve até à construção do edifício actual em 1990, pertencendo agora à tutela do Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo (IANTT),

O projecto do actual edifício foi assinado por Arsénio Cordeiro e António Barreiros, ocupando uma área de 54.900 metros quadrados, contando com uma área de arquivo e investigação, outra para a realização das mais variadas actividades culturais e outra para os necessários serviços administrativos.

Na Torre do Tombo estão em arquivo muitos dos documentos de grande relevo do País, sendo o acesso ao edifício livre para todas as pessoas maiores de 18 anos, bastando apresentar documento de identificação e uma autorização de consulta, sob a forma permanente (Cartão de Leitor) ou temporária.
Sala de Leitura Geral, com capacidade para 100 lugares em mesas de utilização individual; uma sala para microfilmes, com capacidade para 12 leitores em simultâneo; serviço de reprografia; uma exposição permanente intitulada ‘Museu da Memória Nacional’; dois bares e serviços de restauração e a Loja com produtos multimédia e objectos de arte.


Observações:
Existe a possibilidade de efectuar visitas guiadas ao espaço. Contacto pelo telefone +351 217811500

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!