8.4

Cidade sede de município, localizado na Península de Setúbal, ribeirinho ao magnífico Estuário do Tejo, na margem oposta à cidade de Lisboa.
As origens da localidade do Barreiro remontam à Ordem de Santiago da Espada que, após a reconquista cristã da região, repovoaram o local, mormente de pescadores e extractores de sal. No século XV a localidade ganhou outra vida com a chegada de diversos pescadores do Algarve que aqui se fixaram.
Todavia o Barreiro sofre grandes desenvolvimentos nos séculos XVIII a XIX, com a instalação do Terminal de Caminhos de Ferro da zona sul que se prolongava até Setúbal e Vendas Novas, desenvolvendo comércio, habitação e sobretudo, diversas indústrias, tornando-me mesmo o Barreiro num dos mais importantes pólos industriais do País.

Uma visita ao Centro Histórico do Barreiro possibilita a percepção desta história com vestígios medievais, mas de forte e rápido desenvolvimento industrial, com a crescente influência da mão de obra operária por toda a cidade. A herança religiosa está sempre presente, como se pode verificar na Igreja Santa Cruz, construção do século XV que sofreu diversas alterações ao longo dos séculos, ou na Igreja Nª Sª do Rosário, monumento do século XVI, ou na pombalina Capela de Nossa Senhora dos Remédios.
Património bem próprio do Barreiro são os Moinhos de Vento e de Maré que se espalham pela região, alguns bem antigos, denotando a importância deste tipo de actividade ao longo dos tempos, com grande incidência na Praia Fluvial de Alburrica.
Com um tão importante legado industrial que moldou a história da região, importa conhecer o Bairro operário da CUF (Companhia União Fabril), construído entre 1908 e 1932, e exemplo perfeito de um estilo de vida já quase desaparecido que moldou todo o século XX industrial.

A região do Barreiro está igualmente dotada de agradáveis espaços verdes, aprazíveis a passeios, actividades e lazer, como a Mata Nacional da Machada, o bem central Parque Catarina Eufémia, o Passeio Ribeirinho Augusto Cabrita ou o bonito Parque da Cidade.
O Barreiro está também dotado de bons meios de comunicação viários, ferroviários e possui um importante Cais de ligação com a cidade de Lisboa pelo gracioso Rio Tejo.

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!