7.7

O castelo de Ourém, assim como a região onde se insere, terão passado para o Reino de Portugal, no reinado de D. Afonso Henriques, todavia não são conhecidas datas nem as circunstâncias da sua tomada aos mouros. Acredita-se que este local tenha sido habitado desde a pré-história, passando pelos romanos e visigodos até à invasão muçulmana, que terá dado origem à primitiva fortificação de Ourém, local designado ao tempo de, Abdegas. D. Dinis, em 1282, doou este castelo à rainha Santa Isabel, no reinado de D. Pedro I, Ourém foi elevada a condado. O conde de Ourém, durante a crise de 1385, tomou o partido de D. Beatriz, que a maioria do povo não queria como rainha, já que o seu casamento com o rei de Castela, significava a perda da independência portuguesa. Face a isto o Mestre de Avis, atacou e tomou o castelo.  Durante o século XV, o castelo foi bastante melhorado e construído o paço dos condes. O terramoto de 1755, causou elevados danos, o que viria também a acontecer, em 1810, com as invasões francesas. Classificado como Monumento Nacional, foi restaurado pela Fundação Casa de Bragança. Está construído sobre uma planta triangular, com torres nos vértices, que se caracterizam por ostentarem saliências construías com tijolos, na praça de armas existe uma cisterna que é alimentada por uma nascente.  

Comentários

Já pensou onde quer ir na próxima viagem?.
Encontre aqui o Alojamento ideal para si!